Noites Magicas em Machu Pichu


  •      Perfil da viagem
  •      Acompanhamento especial
  •      Programação resumida
  •      Tour virtual pela viagem
  •      Programação diária detalhada
  •      Descrição dos itens inclusos
  •      Investimento e forma de pagamento
  •      Data da próxima viagem
  •      Efetuar reserva
  •      Documentação e demais informações
  •      Itens de bagagem e o clima nessa época.


          Perfil da Viagem


Uma Viagem Para Transformar Sua Vida

  Essa é uma oportunidade muito especial, a mais de dez anos que a Operadora Terra Inca conduz grupos de pessoas a jornadas de introspecção e espiritualidade. As atividades especiais e lições de crescimento interno que você terá, serão eternas - ficarão em sua memória por toda a vida. Vamos aprender a conhecer um pouco mais de nossos sentimentos, nossas sensações e autoconhecimento diante de um lugar místico e envolvente por sua natureza e encanto.

  Seja bem vindo a Machu Picchu!



          Acompanhamento Especial



Brasil, Bolívia e Peru


  Alcione Giacomitti > Escritor, conferencista, autor do sucesso “Noites Mágicas em Machu Picchu”, pesquisador com mais de dez mil horas de incursões as mais diferentes regiões do império inca é um dos maiores especialistas do Brasil sobre toda essa região.

  Para saber mais clique www.terrainca.com.br/site/sobre_escritor.html


Bolivia


  Gerardo Arce > Antropólogo, guia profissional de turismo, pesquisador e especialista nas culturas indígenas dos Andes. Conduz grupos de diferentes partes do mundo para conhecer as antigas culturas da Bolívia, incluindo expedições a diferentes povos que mais tarde deram origem ao império inca. Trabalha com exclusividade no Brasil para a Terra Inca a mais de dez anos.


Peru


  Mário “El Puma” > Xamã, líder espiritual indígena descendente dos incas e um dos mais importantes guias do Peru na atualidade. A mais de dez anos o xamã Mário "El Puma" acompanha com exclusividade no Brasil nossos grupos e passageiros. Ele foi destaque em uma série especial realizada pelo programa Fantástico da Rede Globo de Televisão sobre o nosso trabalho no Peru e Bolívia.

  Para assistir a série acesse http://www.terrainca.com.br/site/art_mid.html



          Programação Resumida



1 dia > Brasil - La Paz

2 dia > La Paz - Cusco

3 dia > Cusco - Vale Sagrado - Pisak

4 dia > Pisak

5 dia > Pisak - Ollantaytambo - Pisak

6 dia > Pisak - Águas Calientes - Machu Picchu - Águas Calientes

7 dia > Águas Calientes - Machu Picchu - Águas Calientes

8 dia > Águas Calientes - Cusco

9 dia > Cusco - La Paz

10 dia > La Paz - Brasil

Clique aqui e faça um belo tour virtual por essa viagem
Ligue o som para apreciar melhor

          Programação diária detalhada


   Dia 1: Brasil > La Paz
  O grupo irá se reunir em local e horário designado pela coordenação no Aeroporto Internacional de Guarulhos, em São Paulo. Maiores detalhes sobre o nosso encontro serão fornecidos posteriormente aos participantes.

  Por volta de 17 horas iniciamos nossa viagem em vôo da companhia AEROSUR rumo à cidade de La Paz, na Bolívia, com rápida conexão na cidade de Santa Cruz de La Sierra. O horário de chega em La Paz está previsto para as 20 horas, horário local.


Cidade de La Paz

  Nosso guia Gerardo Arce estará nos esperando para conduzir-nos direto ao confortável Hotel Plaza *****, na região mais bela e central da cidade.

  O jantar será servido no restaurante do próprio hotel. Em seguida iremos descansar.


Hotel Plaza



   Dia 2: La Paz > Cuzco

  Após o café da manha, seguimos direto para o aeroporto internacional de La Paz. Por volta de 08h embarcamos em novo vôo da companhia AEROSUR com destino a cidade de Cusco.

  O horário de desembarque está previsto para as 09h. Nosso guia, o xamã Mário “El Puma”, estará a nossa espera e nos conduzirá direto ao hotel San Agustín El Dorado****, que se situa na região mais central e privilegiada da cidade.


Hotel San Agustín El Dorado

  O restante da manhã será livre para descanso e acomodação em nosso hotel.

  Quando os conquistadores espanhóis chagaram na cidade de Cusco, em novembro de 1532, ficaram assombrados com o que viram. A cidade é repleta de palácios, templos místicos e uma disposição harmônica ao longo das construções com rios canalizados e ruas bem dispostas e limpas. Com tudo isso, caminhar por essas ruas e praças seculares se torna uma das mais agradáveis e surpreendentes experiências que podemos ter ao longo da nossa viagem.



Praça das Armas

  Por volta de meio dia iremos almoçar em um típico restaurante da capital inca ao som de músicas folclóricas e muita descontração.


Música e descontração no almoço

  Após o nosso almoço, seguimos até o templo de Saqsayhuaman. Esse é um dos mais sagrados e importante templo de todo o império inca, pois nele se realizava todos os anos no dia 24 de junho o Inti Raymi ou a festa do sol - considerada a mais importante cerimônia sagrada dos incas e que ainda hoje é celebrada. Essa data marca o solstício de inverno no hemisfério sul.

Inti Raymi ou Festa do Sol

  Patrimônio cultural tombado pela UNESCO, esse templo é na verdade um conjunto de ruínas de enormes proporções e que se estende por uma imensa área. Algumas das paredes do templo possuem 400 metros de comprimento e blocos de até 200 toneladas, fazendo de Saqsayhuaman um dos mais impressionantes monumentos do passado da humanidade.


Ruínas de Saqsayhuaman

  Os sacerdotes incas faziam nesse local alguns dos seus mais importantes rituais místicos. Assim, nosso guia - o líder espiritual indígena e xamã inca Mário “El Puma” - irá realizar um trabalho de energização e harmonização em um local especial do templo. Conheceremos também a caverna subterrânea de “La Chinkana”. Quem desejar poderá participar da atividade de superação e confrontação dos medos internos, que consiste em atravessar um pequeno e estreito túnel escuro, que interliga duas grandes áreas existentes em Saqsayhuaman.

O xamã Mário El Puma

  Ao final da tarde retornamos ao hotel San Agustín El Dorado. Por volta de 20h o grupo volta a se reunir para jantar em um típico restaurante local.


Comida e típica e música ao vivo



   Dia 3: Cuzco > Vale Sagrado > Pisak
  A parte da manhã será livre para descanso ou atividades individuais. Por volta de 11h30min nos reunimos para almoçar em um local especialmente preparado.


Típico restaurante peruano

  Após o nosso almoço, iniciamos viagem rumo às ruínas do templo das águas de Tambomachay. Nesse local jorra uma fonte de água subterrânea canalizada de muitos km. Segundo algumas tradições, os incas acreditavam que essa água possuía características medicinais e propriedades curativas. Nosso guia reunirá o grupo em um belo lugar com vista a todo o templo para uma atividade especial e explicações sobre o lugar.


Templo de Tambo Machay

  Dando continuidade a nossa viagem, seguimos em direção ao imponente e majestoso Vale Sagrado dos incas, uma verdadeira jóia dos Andes e que irá nos propiciar uma visão de rara beleza.

  Faremos uma parada para tirar fotos e aproveitar a visão esplendorosa que teremos do grandioso vale. Poderemos observar também o rio sagrado dos incas, o Urubamba ou Wilcamayo na língua quíchua - que irá nos acompanhar durante toda a nossa jornada até as ruínas de Machu Picchu. O Urubamba é um dos afluentes do rio Amazonas. O ar puro que sopra das imponentes montanhas nos permitirá oxigenar cada parte de nosso corpo, trazendo uma sensação de relaxamento e tranqüilidade.


Vale Sagrado dos incas

  O Vale Sagrado se situa em uma altitude mais baixa que a da cidade de Cusco, por isso nosso corpo estará bem mais relaxado e oxigenado.


Montanhas do Vale Sagrado

  Ainda na descida do vale conheceremos um centro de artesanato de alta qualidade. Nesse lugar são confeccionadas peças raras que são exportadas para diversos países. O grupo poderá compreender as diversas etapas de fabricação dos diferentes tipos de lã peruana como alpaca, vicunha, lhama e outras mais.


Centro de fabricação de lã

  O Peru é reconhecido pela alta qualidade na fabricação de roupas de lã e nesse local teremos a oportunidade de encontrar os mais diversos tipos de peças e produtos da mais alta qualidade e que estão à venda nas melhores galerias em todo o mundo.


Galeria com produtos a venda

  O grupo terá tempo livre para compras e apreciar a decoração do local com suas coleções. Após, seguimos direto ao hotel campestre Royal Inca Pisak***, situado em meio à encantadora paisagem montanhosa do Vale Sagrado.


Hotel Royal Inca Pisak

  O local onde se situa o hotel é bastante amplo, pois era uma antiga fazenda. Todas as edificações estão em volta a muito verde e grande variedade de flores. A área de recreação possui piscina olímpica e uma pirâmide em vidro para meditação.


Piscina olímpica e pirâmide para meditação

  O restante da tarde será livre para descanso e atividades individuais.



   Dia 4: Pisak > Ollantaytambo > Pisak
  Por volta de 09h seguimos até as majestosas ruínas de Ollantaytambo, cujo pequeno vilarejo leva seu nome. Com clima agradável e beleza única, essa região é a porta de entrada para quem deseja ir a Machu Picchu, pois é a partir da estação de trem situada nesse local que todos embarcam para a cidadela perdida dos incas.
Vista do vilarejo de Ollantaytambo

  Esse lugar dará uma perfeita idéia da engenhosidade e perícia dos construtores incas. Além de belo, esse conjunto de templos e ruínas é um dos centros energéticos mais fortes de todo o império.

Escadarias do complexo arqueológico

  As ruínas ocupam uma área gigantesca e serviram de importante centro militar e religioso. Com muita tranqüilidade, subiremos as escadarias do templo e conhecermos cada parte de sua estrutura. De seu ponto mais alto têm-se uma visão incrivelmente bela das ruínas.


Vista das ruínas

  Alguns pesquisadores acreditam que é justamente nessa região que foram escondidas grande parte das riquezas incas, pois elas jamais foram descobertas pelos conquistadores.

Vista das ruínas

  Esse local serviu de palco para a mais bela história de amor da época inca e que se transformou no mais importante clássico da literatura indígena quíchua. Foi durante o reinado do grande imperador Pachacútec - que significa o transformador do mundo - que o seu mais valente general, comandante das hostes imperiais incas - General Ollanta, se enamorou de sua filha. Mas as sagradas leis proibiam que uma princesa de sangue real se unisse a um plebeu e por tal ousadia o valente general foi deposto de seu cargo e preso. Enquanto aguarda severa punição, Ollanta se rebela contra o império, reúne cinqüenta mil soldados leais e se refugia com eles nesse local. Em seguida dão início as edificações que serviriam de fortaleza para defenderem-se dos exércitos que vinham em sua captura. Durante dez anos Ollanta consegue resistir às investidas do imperador, pois tinha certeza o general que havia perdido seu amor. O desfecho desse drama de amor e mais detalhes da história serão contados pelo escritor Alcione Giacomitti em meio às ruínas que serviram de cenário a incrível saga.

Grupo reunido nas escadarias para ouvir a história de amor

  Em seguida o grupo terá tempo livre para caminhar e relaxar em meio à beleza do local refletindo, inclusive, sobre o incrível desfecho do drama de amor incaico. A história nos trás um grande aprendizado sobre o significado do verdadeiro amor que mesmo diante das grandes adversidades é capaz de resistir ao tempo, fazer frente a leis consideradas sagradas e não se amedrontar diante de exércitos.


Vista das ruínas

  Em seguida iremos almoçar em um dos melhores restaurantes de todo o Vale Sagrado, com bastante tempo para descontração e degustação dos mais variados pratos a nossa disposição.


Restaurante Eco Andina

  Após, iremos conhecer o ateliê do artista Pablo Seminário - um dos mais importantes artistas ceramistas de toda a América do Sul na atualidade.

O Artista Pablo Seminário

  Pessoas do mundo todo visitam esse local especial. As peças encontradas ali são exportadas para muitos lugares e estão presentes em galerias de arte de diversos países. Pablo Seminário, que é amigo do escritor Alcione Giacomitti, tem sido convidado para apresentações nos principais museus do mundo, haja vista a importância de sua obra. Sendo possível, conheceremos o próprio artista que, quando presente, recepciona nossos grupos.


O Artista recepciona nosso grupo

  Por volta de 17h retornamos ao nosso hotel em Pisak. O jantar será servido no restaurante do próprio hotel, por volta de 20 h.

  As 21h30min teremos um encontro com o escritor Alcione Giacomitti, que nos brindará com uma apresentação especial com o tema “Noites Mágicas em Machu Picchu”. O autor irá mostrar em como as coisas que trazem sentido e felicidade a nossa vida estão sempre diante de nós, mas quase nunca conseguimos perceber isso. Além disso, será feito uma projeção com uma série de concepções artísticas de planos e realidades espirituais muito belas ao som de músicas especiais. Será o momento de refletirmos sobre o significado de nossa vida e daquilo que realmente importa em nossa jornada na terra.



Noites Mágicas em Machu Picchu com Alcione Giacomitti

  Ao término o grupo estará liberado para descansar.


   Dia 5: Pisak
  O grupo será liberado durante toda a manhã para visitar a feira de artesanato que ocorre nas proximidades de nosso hotel. Essa é a mais grandiosa feira que teremos a oportunidade de conhecer. Milhares de produtos típicos e artesanais como obras de arte, cerâmicas, tapeçarias, roupas e outros itens estarão expostos nas centenas de tendas e lojas da feira. Será o melhor momento para compras de toda a nossa viagem, além de possuir os melhores preços.


Variados produtos a venda

  Além disso, caminhar por entre as pequenas tendas e lojas, nos permitirá compreender melhor a cultura desse povo e sua religiosidade. Por volta de meio dia o grupo se reúne para almoçar no restaurante do próprio hotel. Após o nosso almoço, iremos até ruínas de Pisak. Em meio às imponentes montanhas do Vale Sagrado, essas ruínas são incrivelmente belas. Todo o cenário em volta convida a introspecção. O xamã Mário “El Puma” explicará os detalhes das construções e como esse povoado tinha um papel de grande importância na época inca.


Ruínas de Pisak

  Seremos recebidos com muita alegria pelas mulheres e crianças dessa comunidade que, ainda hoje, se vestem e vivem de forma muito similar a seus anteparados. Outra tradição mantida viva é a música, pois através dela são contadas e preservadas as histórias de amor, alegria e sofrimentos vividos por esse povo. Nosso grupo será brindado por algumas dessas apresentações.


As mulheres cantam ao nosso grupo

  Após as apresentações, conheceremos as ruínas e teremos tempo livre para tirar fotos do belo cenários ao nosso redor.


Vista de parte das ruínas

  Ao término das visitações, retornamos ao nosso hotel.

  Por volta de 19 horas o grupo se reúne para uma atividade especial em torno de uma bela fogueira. O xamã Mário “El Puma” irá conduzir o momento mágico, quando os participantes estarão reunidos e relaxados em torno do fogo. Sob o céu estrelado e a magia da exuberante natureza ao nosso redor, esse será um momento inesquecível.


Fogueira com o xamã Mário “El Puma”

  Ao término, iremos jantar no restaurante do próprio hotel. Após o jantar o grupo estará liberado para descansar e se preparar para as atividades do dia seguinte.


   Dia 6: Pisak > Ollantaytambo > Águas Calientes
  
Após o café da manhã, seguiremos para a estação de trem em Ollantaytambo. Por volta de 11h embarcamos com destino ao povoado de Águas Calientes, aonde deveremos chegar por volta de 12h30min.


Estação de Ollantaytambo        |        Trem para Machu Picchu

  O trajeto até o povoado é incrivelmente belo, podendo-se avistar inúmeras ruínas e imponentes montanhas. Chegar a Machu Picchu é realmente ir em direção ao pôr-do-sol, em busca de mistérios ancestrais que ainda hoje fascinam pessoas do mundo todo.


Trajeto até Águas Calientes

  Montanhas recobertas de neve também podem ser avistadas ao longo de nosso percurso.

Montanha nevada

  Após o desembarque, seguimos para o hotel Andina Luxury**** que possui vista privilegiada para o rio Urubamba.

Desembarque na estação de Águas Calientes

  Apesar da grande circulação de turistas, uma parte deles não passa a noite no povoado que é justamente um dos momentos mais mágicos de toda a viagem.

Trajeto até Águas Calientes

  Após todos se acomodarem em suas habitações, iremos almoçar no restaurante Hanaqpacha - um dos melhores do povoado e que se encontra praticamente sobre as águas do rio Urubamba.

Restaurante Hanaqpacha

  O povoado de Águas Calientes é realmente único e mágico. Encravado em meio a gigantescas montanhas e muitos rios, o local ainda permanece tranqüilo sem a correria dos grandes centros turísticos. O único meio de se chegar até lá é caminhando pelas montanhas ou de trem, portanto não existem carros no vilarejo, exceto os micro-ônibus que conduzem os turistas até as ruínas.

Povoado de Águas Calientes

  Em seguida ao nosso almoço, faremos a nossa primeira subida ao santuário sagrado de Machu Picchu, que se encontra a 2350 m de altitude. Descoberta em 24 de julho de 1911 pelo arqueólogo americano Hiram Bingham permaneceu oculta aos conquistadores espanhóis de uma forma quase mítica. Sua construção é atribuída ao imperador Pachacútec - que significa o Transformador do Mundo e foi o nono inca a governar o império entre 1438 e 1471 d.C. Ele é considerado o maior de todos os imperadores incas. Teria sido ele a ter a visão esplendorosa de edificar Machu Picchu nesse local, escolhido de forma estratégica e mística. Mais que uma simples cidade, Machu Picchu era a cidade sagrada da elite sacerdotal, aonde importantes rituais de iniciação espiritual eram realizados. Interessante notar, que em sua maioria, fora habitada por mulheres que se dedicavam a uma vida monástica e religiosa. O local serviria também como refúgio ao imperador, quando se fizesse necessário.

  Por volta de 13 horas iniciamos a nossa primeira visita às ruínas de Machu Picchu. O xamã Mário "El Puma" será nosso guia e irá nos apresentar cada detalhe dessa cidade sagrada. Ainda no povoado, embarcamos em micro-ônibus até a entrada do santuário.

Trajeto em micro-ônibus até Machu Picchu

  A foto abaixo, do lado direito, mostra o povoado de Águas Calientes no canto inferir esquerdo e a estrada em terra batida que se eleva em ziguezague sobre a montanha de Machu Picchu, até o início da entrada do santuário. É esse o caminho que iremos percorrer em micro-ônibus até o topo da montanha. A parte mais clara que se inicia ao final do ziguezague quase ao fim do meio da foto é onde se situa a parte principal da cidadela de Machu Picchu.

Bem vindo a Machu Picchu

  Segundo o escritor Alcione Giacomitti, Machu Picchu é a única cidade sagrada do mundo a jamais ter sido invadida ou conquistada por exércitos. Além disso, o escritor acredita que sequer a população comum sabia da existência do local, o que teria sido decisivo para que os conquistadores jamais tivessem descoberto a sua localização.

Acesso principal a cidadela inca

  Aos poucos, a cidade perdida dos incas vai se revelando ao viajante, imponente do alto de sua montanha.

Caminho de acesso ao santuário

  O escritor Alcione Giacomitti, prossegue, falando que ao caminhar hoje pelas ruínas estamos muito próximos da realidade atual da época. Além disso, toda a região em torno de Machu Picchu é de florestas protegidas e as leis impedem que benfeitorias modernas sejam construídas no local ou mesmo em suas imediações. Até a estrada em ziguezague que corta a montanha para se chegar à entrada principal é de terra batida - não de asfalto. E isso é excelente para quem deseja algo mais puro, sem as parafernálias do mundo moderno - finaliza o escritor.

Logo na entrada, a visão esplendorosa

  Em 07 de julho de 2007, Machu Picchu foi eleita a terceira dentre as novas sete maravilhas do mundo. Aos poucos, o xamã Mário "El Puma" irá descrever a vida diária daqueles que aqui residiam e como a cidade era distribuída em áreas ou zonas de acesso.

O xamã Mário "El Puma" explicando cada detalhe

  Do seu ponto mais alto a vista que percorreu o mundo e mais parece uma obra de arte. Do místico ao mais cético dos viajantes, a visão impressiona não somente pela beleza, mas por um sentimento de eternidade permanente presente nesse lugar e cujo próprio tempo parece não conseguir apagar.

Vista do ponto mais alto

  A caminhada dentro da cidadela é feita de forma lenta e com diversas paradas para explicações e esclarecimento de dúvidas, por isso os participantes podem ficar tranqüilos quanto ao esforço físico necessário para se conhecer o lugar.

Vista das ruínas

  Em sua época guardas se posicionavam em grandes portas de acesso aos diferentes setores da cidadela e controlavam a passagem das pessoas.

Porta de acesso entre os setores

  Algumas casas tiveram o teto recoberto com algum tipo de palha ou sapé trazendo ainda mais realidade a paisagem, mas as edificações se mantém originais.

Modelos de casas

  Nosso grupo irá permanecer nas ruínas até o ultimo instante da tarde quando a cidadela começa a fechar. Isso tem um motivo muito especial, pois nessa hora do dia praticamente não existem mais turistas no local e nosso grupo terá o privilégio de ver uma Machu Picchu totalmente diferente, tranqüila, sem a correria dos turistas, espaços vazios em meio às edificações, será encantador e um dos momentos mais especiais de toda a nossa viagem.

Entardecer silencioso no santuário

  E para tornar o momento ainda mais marcante, aqueles que desejarem, poderão retornar ao povoado por um antigo caminho em meio a mata que desce pela encosta da montanha sagrada. A caminhada dura aproximadamente uma hora e meia e é feita em um ritmo lento e tranqüilo. Assim, cada participante poderá levar o tempo que necessitar para percorrer o caminho da melhor forma possível. Ao final cruzaremos o rio sagrado dos incas por uma antiga ponte, tornando essa caminhada um momento inesquecível. Muitas pessoas já foram a Machu Picchu, mas dessa forma, poucos tiveram a oportunidade.

  Quem preferir poderá retornar ao povoado de ônibus. Ao chegar ao hotel, todos terão tempo livre até a nossa próxima atividade.

Ponte sobre o rio Urubamba ao final da caminhada

  O grupo volta a se reunir às 20h para um jantar muito agradável em um belo restaurante. Em seguida iremos descansar.



   Dia 7: Águas Calientes > Machu Picchu

  Após o café da manhã, nosso grupo se reúne para mais uma incursão a cidadela de Machu Picchu. Dessa vez, no entanto, nossos guias conduzirão o grupo até a entrada do santuário e a partir dai todos serão liberados para visitarem a sós as ruínas. Será um momento muito especial, aonde cada participante poderá fazer aquilo que melhor lhe convier, sem guias, sem explicações. Você poderá aproveitar o momento para tirar belas fotos, meditar, tirar os sapatos e caminhar em meio às pedras para sentir a energia mágica do lugar, enfim, terá liberdade para escolher aquilo que desejar fazer.


Visita livre para fazer o que der vontade

  O local para o almoço será informado aos participantes antes da subida a Machu Picchu. Isso permitirá que cada participante escolha com maior liberdade o melhor horário para descer das ruínas e ir almoçar.

Cidadela de Machu Picchu

  O restante da tarde será livre para visitas ao povoado e compras nas inúmeras lojas de artesanato local.

Praça principal de Águas Calientes

  Por volta de 20h o grupo se reúne para ir à piscina de águas quentes vulcânicas, aonde realizaremos atividades de relaxamento de nossas atividades. Em meio à mata e uma paisagem encantadora, o local estará reservado exclusivamente ao nosso grupo.


Piscina termal de água vulcânica

  Com isso teremos mais privacidade e silêncio para um momento muito especial. Essas piscinas de águas quentes vulcânicas, existentes por diversas regiões no Peru, ficaram mundialmente conhecidas através do filme “Minhas Vidas” da escritora e atriz Shirley MacLaine.

   Em seguida, iremos jantar em um típico restaurante local com muita música e tempo para descontração. Após, retornamos ao hotel para descansar.


Jantar típico



   Dia 8: Águas Calientes > Cusco

  Após o café da manhã, nos dirigimos à estação de trem de Águas Calientes para retornarmos a cidade de Cusco. Embarcamos por volta de 09h em direção a estação de Ollantaytambo, aonde deveremos chegar por volta de 10h30min. Um ônibus estará nossa espera e nos conduzirá até o povoado de Urubamba, aonde faremos parada para o almoço.

Almoço em Urubamba

  Em seguida ao nosso almoço seguimos rumo a Cusco, mas dessa vez por outro caminho. Será a oportunidade de conhecermos essa outra parte do Vale Sagrado dos incas.


Região de Chinchero no Vale Sagrado

  Após chegarmos a Cusco, nos dirigimos ao hotel San Agustin El Dorado**** e o grupo estará liberado até a manha do dia seguinte. O jantar de despedida na capital inca será num dos melhores restaurantes da região central da cidade com música típica, muita alegria e descontração


Jantar de encerramento em Cusco

  Depois do jantar retornamos ao hotel para descansar.



   Dia 9: Cuzco > La Paz

  Após o café da manhã, seguimos para o aeroporto de Cusco aonde embarcamos as 09h de retorno à cidade de La Paz, na Bolívia. Nosso horário de desembarque está previsto para as 11h. Após o desembarque, seguimos para o hotel Plaza*****.

  Por volta de meio dia iremos almoçar no restaurante do próprio hotel. Em seguida faremos um city tour pela região mais central da cidade. Em seguida o grupo será liberado para compras ou visitas individuais.


Vista de La Paz

  Passaremos pela igreja de São Francisco, uma das mais antigas das Américas, construída em 1549. A igreja se localiza na região central da cidade.



Igreja de São Francisco

  Uma ótima dica para as compras são os produtos eletrônicos que possuem preços muito especiais em relação ao Brasil ou mesmo o Peru.

  Por volta de 19h30min o grupo se reúne no restaurante do hotel Plaza para jantar de encerramento de nossa viagem. Em seguida iremos descansar.


Jantar de encerramento da viagem



   Dia 10: La Paz > Brasil

  Após o café da manhã, seguimos para o aeroporto internacional de La Paz, na região de El Alto, quando as 08h45min embarcamos de retorno ao Brasil.

  Após o nosso desembarque, que deverá ocorrer por volta de 15h45min, o grupo estará liberado para retornar as suas respectivas cidades.



          Descrição dos itens inclusos

   Para que você tenha uma viagem tranqüila e mais tempo para desfrutar dessa programação especial, já incluímos praticamente todos os gastos de viagem. Assim, você não precisa se preocupar com pagamentos de taxas em aeroportos, alimentação, pagamentos extras por atividades com nossos guias e convidados especiais. Conheça tudo que incluímos para você nessa viagem:

»Passagens aéreas internacionais Guarulhos / Brasil - Bolívia / La Paz - Guarulhos/Brasil.

»Passagens aéreas internacionais Bolívia / La Paz - Peru / Cusco - Bolívia / La Paz.

»Todas as taxas de embarque aeroportuárias.

»Hospedagem em apartamentos duplos com café da manhã, qualidade turística superior 3, 4 e 5 estrelas,que compreende um total de 9 pernoites; 02 em La Paz, 02 em Cuzco, 03 no Valle Sagrado e 02 em Águas Calientes. (1)

»Nove jantares, oito almoços e nove cafés da manhã, não incluindo bebidas, em acordo aos cardápios do dia nos restaurantes.

»Ingressos para todos os passeios nos centros turísticos a serem visitados

»Duas entradas, em dias diferentes, ao santuário de Machu Picchu

»Cerimônias sagradas típicas

»Jantar de confraternização

»Conferência com Alcione Giacomitti em Pisak.

»Ônibus particular privado que será utilizado para percorrer os trajetos terrestres.

  City Tour em Cusco e La Paz.

»Passagens de micro-ônibus para duas subidas e duas descidas a Machu Picchu.

»Translados entre aeroportos e hotéis.

»Passagem de trem entre Ollantaytambo - Águas Calientes - Ollantaytambo

»Atividade na piscina de água quente vulcânica exclusiva para o nosso grupo.

»Seguro Viagem (inclui extravio de bagagem, acidentes e demais benefícios de acordo aos termos descritos pelo contrato da Seguradora e sua forma de utilização). Importante: dependendo da idade ou condições especiais do viajante, pode ser que o preço do seguro seja mais elevado e a diferença será informada ao passageiro, para complemento.

»Pagamento de todos os guias que irão participar da jornada.

»(1) Caso você deseje permanecer a sós nos quartos durante a viagem, pagará somente a diferença cobrada pelos hotéis. Para saber o valor, contate a Terra Inca. Observação: Informamos que por motivos de força maior os hotéis podem ser substituídos por outro de igual categoria e qualidade. Muito raramente, porém, isso se faz necessário.

O pacote não inclui

  Os únicos itens não inclusos nesse pacote são:

»Passagem aérea da cidade local do participante até o Aeroporto de Guarulhos, SP

»Bebidas durante as refeições.

»Gorjetas.

»Ligações telefônicas e demais gastos extras e particulares do participante.


          Investimento e forma de pagamento

  Para saber o valor total do investimento e a forma de pagamento dessa viagem mantenha contato conosco por telefone ou por e-mail. No caso do e-mail, acrescente também o nome da viagem que deseja fazer e se possível seus contatos telefônicos.

Telefones:

  Fone:    55 41 3256-6410

  Celular:   55 41 9957-2121

  E-mails da Operadora:
  falecom@terrainca.com.br ou terrainca@terrainca.com.br

Parcelamento especial sem juros

  Você pode parcelar de forma especial e sem juros a sua viagem. Nesse caso, lembre que estará parcelando todos os gastos, o que lhe permitirá saber exatamente quanto irá gastar.

          Data da próxima viagem

  Data a ser informada.


          Efetuar reserva

  Para efetuar sua reserva ligue para a nossa equipe ou envie um e-mail com nome completo, cidade que reside, quantas vagas deseja e telefones de contato para:

falecom@terrainca.com.br ou terrainca@terrainca.com.br


          Documentação e demais informações

  Para ir ao Peru e Bolívia é necessário Passaporte validado.

  Não é necessário visto para o Passaporte.

  Não é mais obrigatória a carteira de vacinação contra a febre amarela, mas nos indicamos que você se vacine por precaução. A vacina pode ser tomada nos postos da Vigilância Sanitária de todo o Brasil.

  Menores de idade só podem viajar acompanhados dos pais ou responsável. No caso do acompanhamento de somente um dos pais, se faz obrigatória a autorização da outra parte.

Importante

  Informamos que após a efetivação da reserva do participante a Terra Inca enviará uma apostila completa contendo todas as informações relevantes sobre a viagem, bem como contrato a ser assinado e uma lista completa de bagagem sobre o que levar na jornada.

  Porém, caso deseje, poderá consultar logo abaixo a relação de itens sugeridos para serem levados na bagagem para essa viagem:


          Itens de bagagem e o clima nessa época


  Abaixo estão relacionados os principais itens que deverão compor a sua bagagem. Porém, demais itens ficam a critério de cada participante, haja vista o caráter pessoal dessas sugestões.

Sobre o clima

»O clima nessa época do ano é de temperatura agradável e quente. Mesmo assim, faz frio na Bolívia, principalmente na chegada a noite no aeroporto e saída pela manhã, cerca de 5 a 9 graus.

»Não deveremos ter problemas com chuvas nessa época, mas é indicado levar uma capa de chuva caso elas ocorram. Pode ser a de plástico comum.

Sobre o tamanho da bagagem


»Não é recomendável bagagem muito grande ou mesmo a mais nova que você tenha. Lembre-se que essa é uma viagem que percorre diversos lugares, portanto sua bagagem estará sempre em movimento e pode sofrer pequenos danos.

  Além disso, por ocasião de nossa ida a Machu Picchu, não será permitido no trem malas pesadas ou muito grandes. É possível, no entanto, deixar a mala maior em um dos hotéis que iremos utilizar e seguir para Machu Picchu apenas com o mínimo a ser utilizado nesses dois dias em que estaremos por lá. Para isso é necessário que você tenha uma mala ou mochila menor apenas para o básico.

Itens de bagagem


»A bagagem deverá ser composta de roupas leves, mas também algo para o frio em acordo ao estilo de cada um.

»Agasalhos de moletom são muito bons, pois dão conforto e comodidade ao corpo.

»Levar roupa de banho para entrar nas piscinas dos hotéis.

»Com relação ao calçado o melhor é um tênis confortável (mínimo 02 pares) ou mesmo sandálias pelo clima quente, sendo desnecessário levar botas pesadas. Nada de sapato ou tênis novo, pois causam bolhas.

»Chinelos para repousar os pés no hotel.

Acessórios extras


»É indispensável o uso de filtro solar, de preferência de um fator alto. Todos deverão levar também filtro solar para os lábios. Existe um em forma de batom que é o mais prático para ser utilizado.

»Óculos de sol, boné ou chapéu.

»Não se esquecer das câmeras fotográficas e ou filmadoras. Equipamentos de valor acima de US$ 500 dólares devem ser declarados na Polícia Federal no dia do embarque.

»Cada participante deve procurar levar em sua bagagem o suficiente para o seu conforto, sem exageros. Bagagens muito grandes são difíceis de carregar e podem atrapalhar a sua viagem.

Medicamentos


»Não esquecer os medicamentos que você normalmente utiliza. Além disso, compor um mini kit com sal de fruta, comprimidos para dor de cabeça, gripe e coisas simples, são importantes. Cada participante sabe o que seu corpo pode vir a necessitar e, portanto, essa lista é bastante pessoal.

Câmbio e moeda local


»O dinheiro a ser levado para compras e gastos pessoais deve ser o dólar americano. No Peru trocaremos dólares por moeda local para maior comodidade. Não é recomendável levar travelers cheques, pois seus gastos já estarão quase todos pagos e as compras a serem feiras serão em valores menores, normalmente em pequenas lojas ou centros de artesanato. Para as compras de valores maiores o indicado é o cartão de crédito.

»Ao comprar dólar favor prestar muita atenção ao estado das mesmas. Não são aceitos no Peru as notas que tiverem qualquer tipo de rasura ou rasgo. Também não são aceitas as notas da série CB e B2. Nós também não poderemos aceitar essas notas. Na própria casa de câmbio aonde você for comprar dólar, indique essas séries e eles lhe fornecerão notas com outras seqüências.

  Maiores dúvidas e ou dicas, favor dirigir-se a nossa equipe.

               Terra Inca
                Mais que simples viagens...
Jornadas de Mistério e Conhecimento.



Terra Inca - Mais que Simples Viagens...  Jornadas de Mistério e Conhecimento 
   55   41   3256.6410   Brasil   |   Paraná  |   Curitiba
Todos os direitos reservados    |    produzido: fixtofix.com   |   hospedado: brspace